25 de outubro de 2009

IMAGENS DE ITATIAIA – Buracos no caminho do turismo em Penedo






Por mais que se queira dar um voto de confiança à atual administração de Itatiaia, há alguns problemas no município de tal visibilidade, que nem com toda a boa vontade é possível relevar. Afinal, passados quase dez meses do novo governo, Penedo, que é um dos seus principais destinos turísticos, continua com a mesma aparência de desmazelo e abandono. E um dos sintomas mais óbvios desse descuido é a quantidade de buracos pelas ruas, avenidas e estradas.
A estação da chuva está chegando, e até agora a única manutenção perceptível, e assim mesmo em alguns poucos pontos de maior movimento, foi a colocação de escória e cascalho sobre alguns buracos. O que é uma solução provisória, e que aumenta os riscos de derrapagem se for necessária uma freada brusca nesses locais. E uma solução que, literalmente vai pro buraco, com dois ou três dias de chuva forte.
Os buracos, se já não são exatamente motivo de satisfação para os moradores, que diariamente colocam seus veículos e suas vidas em risco – já que alguns dos maiores estão próximos de curvas, e em locais de grande movimento – não são também grande atrativo para os turistas, que procuram lazer e diversão, mas não estão livres de ter que voltar para casa com seus carros avariados.
É compreensível - e a população tem se mostrado bastante compreensiva - que o município não disponha de todos os recursos necessários, para resolver todos os seus problemas. Mas foi o próprio novo governo, no início do mandato, quem anunciou que o turismo seria prioridade. Os gastos com o turismo são investimento, geram empregos e voltam aos cofres públicos na forma de impostos. E para incentivar o turismo em Penedo e nos nossos demais destinos turísticos, não são necessárias obras monumentais e de alto custo, mas apenas promover uma manutenção adequada daquilo que já existe.
Penedo, Maromba e Maringá, já são locais privilegiados pela Natureza, e é preciso de muito pouco do orçamento municipal para deixá-los em condições, pelo menos razoáveis. Mas para isso é preciso determinação, vontade política, e um projeto de governo que leve à sério aquilo que anuncia como prioridade. A Secretaria Municipal de Turismo está de parabéns, pela ampla participação que tem tido em divulgar o município em feiras, encontros e congressos. Mas não adianta divulgar o município, se a estrutura “receptiva” deixa tanto a desejar.
Nessa altura do ano, é difícil imaginar que o problema seja resolvido antes do final da próxima estação das chuvas, em março do ano que vem. Até lá, os buracos, e inclusive aqueles que já tomam as dimensões de verdadeiras crateras, tem tudo para aumentar. Não sabemos quanto custaria, não tapar buracos de qualquer maneira, mas realizar obras que resolvam o problema pelo menos á médio prazo. Isso a Prefeitura não informa. Mas devia. Afinal, no melhor dos mundos, a prefeitura prestaria contas de todas as suas receitas e despesas, e a população teria oportunidade de fiscalizar, participar, opinar... e nesse mundo, até o prefeito saberia o que se passa em seu próprio município, o que atualmente, ele prefere, confortavelmente, desconhecer.
Célia Borges

Um comentário:

Grace disse...

Estava com muita saudade de Penedo.
Foi uma pena encontrar ainda tantos buracos na cidade, que tem o turismo sua fonte de renda. A conservação das ruas deveria ser prioridade da municipalidade.