21 de novembro de 2009

IMAGENS DE ITATIAIA – Desordem urbana





A proposta da atual administração de Itatiaia, de apoiar e incentivar o turismo como prioridade no município, parece ter caído no esquecimento, antes mesmo de se completar um ano de mandato. Um bom testemunho disso são as condições em que se encontra Penedo, uma das suas principais regiões turísticas.
A prefeitura argumenta que não tem dinheiro, mas muitos dos problemas e situações existentes dependem mais de trabalho e vontade política, o que parece que, além da crônica falta de verbas, também não está existindo na proporção necessária.
Além dos inúmeros buracos nas principais vias de acesso, quem transita por Penedo encontra situações completamente absurdas, como a pista de uma das avenidas principais, a Avenida Penedo, no Jardim Martinelli, onde trafegam linhas de ônibus e caminhões, além dos demais veículos, ser usada para “virar cimento” de uma obra, e isso durante semanas, sem ser incomodado por qualquer fiscalização.
Veículos avariados, abandonados nas ruas por seus proprietários, também durante semanas, sem pneus, e até sem as rodas (o da foto está há meses, no alto da ladeira do Formigueiro) mostram que a falta de fiscalização permite todo o tipo de abuso. Até uma obra, em terreno com grande encosta, sem qualquer placa de identificação, o que pressupõe clandestinidade, está sendo realizada, para a perplexidade de uma parcela da população local, que se preocupa com a coletividade.
Ao prometer tratar o turismo como prioridade, o atual governo de Itatiaia apostava nessa atividade como fator de desenvolvimento econômico sustentável, associando-a com uma política ambiental à altura do que o município, com seu grande patrimônio natural, precisa e merece. Mas até agora, muito pouco, ou nada, evoluiu, nas políticas voltadas para esses dois setores. E o prefeito, como as demais autoridades do país, começa a procurar refúgio na política da desculpa esfarrapada, também conhecida como “eu não sabia”.
Célia Borges

5 comentários:

Ismael Graneiro disse...

De: Ismael Grngeiro
Minha querida amiga e vizinha Celia Borges, você sabe da minha permanente disposição e atuação na ajuda a qualquer instituição, seja governamental ou privada, que objetive o progresso, a sustentabilidade ecológica e o desenvolvimento social do nosso município de Itatiaia. Como sempre, apesar dos meus 70 anos, dou, inicialmente a todos, um "crédito" de confiança. Inclui-se o nosso atual Prefeito. Partindo do princípio que os orçamentos do primeiro ano dos governos municipais são feitos pelos governos anteriores, razão pela qual pode estar absolutamente em discordância com o que pretendem os novos governos, o meu crédito à nova prefeitura vai até Janeiro de 2010. Aí imagino e aguardo que seja publicado de forma clara e transparente os projetos, os recursos , os cronogramas de desembolso, etc... de todas as informações que permitam aos cidadãos acompanhar e cobrar as ações do governo municipal a curto e médio prazos. Entretanto, o meu crédito de confiança e há neste seu comentário uma observação concreta, palpável, indiscutível, real, quer não depende do que fez ou deixou de fazer, o governo anterior: HÁ FALTA DE AÇÕES QUE INDEPENDEM DE DINHEIRO. São ações que dependem de TRABALHO, de VONTADE DE TRABALHAR PARA A SOCIEDADE. Falta fiscalização à sociedade e falta fiscalização à própria falta de ação do próprio poder público. Se quer ser um município voltado para o Turismo, é necessária a introdução de uma cultura turística na sociedade local. É preciso o envolvimento de toda a sociedade. É preciso incutir nos jovens, nas escolas municipais, do 1º ao 9º ano escolar, a importância do turismo, do turista, com todas as implicações. É preciso também ruas limpas, cumprimento das leis urbanas e fiscalização eficiente já ! É necessário também que hajam pessoas preparadas e com vontade política em todos os níveis da administração pública.

Antonio Sebastião de Lima disse...

Prezada jornalista Célia Borges. Parabéns pela matéria de evidente utilidade e interesse público. A sua abordagem despertou-me a seguinte dúvida: considerando a pequena extensão urbana do município, principalmente em Penedo, haverá falta de fiscalização ou haverá conluio entre o fiscal e o infrator? Há favorecimentos por motivo de amizade,de política partidária ou de ganho extra? Tendo em vista os maus costumes no âmbito da política brasileira, essa dúvida é conseqüência.

Henrique Castro disse...

Prezada Célia Borges,

Tomei a liberdade de reproduzir sua matéria na seção "Ouvidoria" da rede social Inovatatiaia, para compartilhar sua denúncia para os integrantes desta rede.

O endereço para o local da postagem é http://inovatatiaia.ning.com/group/ouvidoria

Atenciosamente,
Henrique

Pedro Jorge disse...

Com todo o respeito ao comentário feito pelo Sr. Ismael, vale observar que não houve qualquer notícia de que as contas da prefeitura estivessem no vermelho, até porque o prefeito anterior contava com a reeleição. Além do que muito da desordem que minha amiga Celia apresentou, não necessitaria de recursos para serem saneadas. Tenho me perguntado com frequência: Temos prefeitura em Itatiaia?

Henrique Castro disse...

Aproveito também para convidar a todos que desejarem discutir os rumos de Itatiaia, que se cadastrem na rede social Inovatatiaia, um espaço democrático de debate e troca de idéias, focando o desenvolvimento sustentável de nossa cidade.

O endereço é http://inovatatiaia.ning.com