15 de maio de 2010

A SAÚDE DO BEIJA-FLOR: açúcar sim, mas com rigorosa higiene



Há alguns meses escrevi sobre A Saúde do Beija-Flor, alertada por uma notícia que circulou na internet, e sobre a qual também fiz algumas pesquisas na época. O texto contra-indicava o uso de açúcar nos bebedouros para beija-flores, em conseqüência do aparecimento de fungos, que se instalam na garganta da ave e podem causar a morte por sufocação. Até o uso de mel, misturado á água em lugar do açúcar, não era recomendado.
A matéria passou despercebida no blog, mas ao ser publicada novamente, na edição de abril do jornal Agora, diante do interesse da minha amiga editora e ambientalista Emmy Louise, ganhou mais visibilidade, e recebeu comentários que me trouxeram de volta ao assunto. Um desses amáveis leitores que escreveu, Franklin Guanabarino, comentou que usava a mistura de água com açúcar há muitos anos, e que nunca observou problemas com os beija-flores que freqüentam o delicioso jardim do restaurante Vernissage, e inclusive seus bebedouros.
Apesar de ser encantada por beija-flores, tive bebedouros na varanda por muito pouco tempo, e há pelo menos duas décadas, então não pude contar com a experiência pessoal. Mas os argumentos do Franklin, e de outros leitores, me incentivaram a reconsiderar a questão e voltar às pesquisas. E pesquisar sobre beija-flores, estejam certos, é uma delícia.
Assim, preciso reconhecer que os defensores do açúcar tem lá suas razões. Há artigos na internet “plantados” por interesses comerciais, e esse pode ter sido um deles, já que há produtos industrializados no mercado, e precisando ampliar seu público. Esses produtos industrializados oferecem garantias técnicas, e são recomendados. Mas são mais caros do que a simples água com açúcar, ou mesmo do mel, que se for de boa procedência, também não oferece riscos adicionais.
Mas é preciso estar atentos, porque não se pode oferecer a água com açúcar nos bebedouros de qualquer maneira. Essa mistura realmente provoca o aparecimento dos fungos nocivos, e para evitá-los é preciso troca-la diariamente, depois de lavar cuidadosamente os bebedouros, para evitar o acúmulo de resíduos. A falta dessa higiene realmente pode fazer mal aos beija-flores, e se a limpeza diária não for possível, são indicadas outras soluções para atrai-los. Outro cuidado que deve ser tomado é sobre a proporção dessa mistura, que deve ter quatro partes de água para uma de açúcar. O excesso de açúcar não faz mal, mas contribui para atrair concorrentes, como as abelhas e formigas.
LIMPEZA DOS BEBEDOUROS – O ideal é ter dois bebedouros para cada ponto de alimentação, de forma a que um esteja em limpeza enquanto o outro é usado, revezando-os no local. Retire o bebedouro sujo, lave-o em água corrente, escove onde a sujeira estiver depositada, e em seguida coloque de molho, por 20 minutos, em água misturada com um pouco de água sanitária. Depois disso, enxágüe e deixe secar até o dia seguinte, quando o recipiente estará pronto para ser reutilizado.
PARA EVITAR FORMIGAS E ABELHAS – No caso das formigas, basta colocar vaselina no gancho ou arame onde o bebedouro fica pendurado, para que elas não consigam passar para o recipiente. As abelhas podem ser desestimuladas com a redução da concentração de açúcar na mistura, mas se isso não der resultado, há uma fórmula natural que agem como inseticida para elas: ¼ de dente de alho, uma colher de sopa de vinagre e outra de azeite. Amasse bem o dente de alho e vá juntando os dois líquidos até formar uma pasta. Encha o bebedouro com a mistura de água com açúcar, e antes de pendura-lo, pincele essa mistura nas partes onde as abelhas pousam, nas flores de plástico e em torno dos furos. É preciso ter cuidado para não misturar esse repelente com a solução de açúcar. O que sobrar pode ser guardado na geladeira para uso posterior, quando precisará apenas ser bem mexido, para ficar homogêneo.
A IMPORTANCIA DAS FLORES – Apesar de atrair para mais perto dos nossos olhos as delicadas acrobacias dos beija-flores, os bebedouros não substituem as necessidades nutricionais dessas pequenas aves, já que o néctar das flores tem outros nutrientes além do açúcar, e porque os beija-flores se alimentam também de pequenos insetos e artrópodes que vivem nas plantas, de onde obtêm proteínas.
É interessante observar que os bebedouros costumam ser visitados por outras aves que se alimentam de néctar, e que há espécies, como o beija-flor tesourão, que toma conta do bebedouro, afastando os demais. Assim, é interessante ter mais de um ponto de alimentação, para permitir a aproximação de mais variedades de beija-flores e outros pássaros.
Célia Borges

12 comentários:

Ismael e Celia Grangeiro disse...

Minha querida amiga e vizinha, mais uma vez faço uso das informações do Aldeia Glocla, assim como dos emails que tão gentilmente você nos encaminha. Apesar de nem sempre ou raramente postar comentários, desculpe-me por esta falha, suas informações sobre nossa região ou conselhos práticos sobre recursos caseiros são úteis na luta pela preservação ambiental. Os beija-flor agradecem. E nós agradecemos pela receita caseira e ecológica para eliminação de mosquitos. Parabéns pelo seu trabalho!!!!

Olhos Verdes disse...

Célia, gostaria de ter muitos amigos como você e de poder contar sempre com este espaço para me informar e indicar a leitura. Venho sempre e o que mais me encanta aqui é a preocupação com a natureza. Da sua admiradora de Jundiaí!

Prof Letícia disse...

Olá a todos e todas,
Sou bióloga, mestre em botânica, e posso confirmar que a água com açúcar ou mel pode matar os beija-flores, sim! E os mata aos poucos... Porém podemos plantar flores que os atraiam facilmente e fornecem néctar o ano inteiro. Sugiro:
* malvavisco (Malvaviscus arboreus) - ou hibisco-colibri.
* brinco-de-princesa (Fuchsia sp
* salvia (Salvia splendens)- ou alegria de jardim.
Tenho estas três e já possuo beija-flores que sequer saem do meu quintal!Até se acostumaram comigo, e consigo dar banhos com pequenos jatos de mangueira. Lembre-se: a natureza fez um beija-flor, não um beija-garrafa!
Espero ter ajudado,
Letícia.

Claudio disse...

Prof. Letícia, não sei se o açúcar faz mal para os beija-flores, mas sei o seguinte: o que realmente mata, aos poucos, qualquer ser vivente, é o tempo. Mesmo que não se dê água com açúcar, para os pássaros, eles continuarão morrendo aos poucos, dia após dia...
Espero que a senhora apresente contraindicação mais convincente, para o assunto em questão.

Jaime Francisco Brusque disse...

É lamentável a FALTA de cultura das pessoas e a falta de leitura, pois é visível que qualquer produto Industrializado só faz mal, tanto para as pessoas quanto aos animais, sugiro que: antes da publicação de qualquer raciocínio próprio ele tenha pelo menos uma pesquisa mais aprofundada,(Livros) sabemos que o AÇÚCAR BRANQUINHO É PURA QUÍMICA e sabemos que a indústria só está preocupada em GANHAR R$ e NÃO proporcionar resultados vitalícios e saudáveis as pessoas.Não é a toa que os hospitais estão LOTADOS, Fica aqui registrado o meu pensamento sobre a verdade que muitos desconhecem. Jaime Brusque

jaqueson disse...

Bom....açucar fazer mal ao beija flor por se tratar de produto industrializado até entendo, mas mel, que é um produto natural, também faz mal??? Pra mim é novidade....sou leigo no assunto...

Anônimo disse...

Açucar faz mal pra qualquer ser vivo.

BRAVO disse...

INFELIZMENTE AS INFORMAÇÕES SOBRE A ATRAÇÃO DOS BEIJA FLORES SÃO MUITO CONTRADÍTÓRIAS. FIQUEI
NA MESMA.


LOURO

"Fäß¡ö_ ©ä®vä£|-|ö" disse...

Olá pessoal!
Alguém saberia dizer então, se existe algum tipo de conservante no néctar industrializado que o faz ser mais seguro ao beija-flor?? Alguém já usou xarope se suco?
Na verdade tenho mais Cambacicas que beija-flores em meu jardim, será que são mais resistentes??
P.S: parabéns pelo blog!!

Maria da Glória Perez Delgado Sanches disse...

Olá! Tenho um quintal com muitas flores e, naturalmente, muitos passarinhos, entre eles, beija-flores. Mas quis ter mais e comprei um bebedouro, que limpo todos os dias e sirvo água com açúcar. Além dos beija-flores outros pássaros visitam o local, em busca de alimento e observei que um beija-flor em especial toma conta do bebedouro (tesourinha). Comprei dois outros vasilhames e espalhei pelo quintal. Pude observar os passarinhos (em especial o "dono" de um bebedouro) quase não visitam mais as flores, que são abundantes e chamativas das espécies. É claro que o açúcar passa por um processo químico e industrial e não é um alimento que pode ser considerado natural; o mel, por sua vez, fermenta com mais facilidade do que o açúcar. Mesmo a oferta do pólen vendido em lojas de artigos para animais pode não ser a solução, pois também altera tanto a dieta como o comportamento natural dos animais (que inclui a caça de pequenas aranhas, por exemplo). O que resolvemos, em casa, é presentear as aves apenas nos finais de semana com a mistura de água com açúcar, para que o organismo delas possa se manter em equilíbrio. É claro que um dia vão morrer - não há dúvidas, porque é a solução de tudo quanto é vivo - e é óbvio, também, que a água com açúcar não faz parte da dieta natural das aves. Se, entretanto, tiverem uma alimentação saudável, apenas complementada por uma "guloseima" nos finais de semana, acredito que não sofrerão qualquer dano relativo à saúde e largarão o "vício" do bebedouro. A conclusão, aqui resumida, postarei amanhã, em "CAUSOS": COLEGAS, AMIGOS, PROFESSORES, disponível em http://causoscolegasamigos.blogspot.com.br/. Como a história começou? BEIJA-FLOR MANDÃO. COMO OS ANIMAIS DE APOSSAM DOS TERRENOS, OBJETOS, PLANTAS. Quem sabe a minha experiência pode ajudar? Continuarei postando.

wanderley mendes disse...

Não só o açúcar faz mal. Mas sim, todo tipo de alimentos que for consumido em exagero fazem mal..

wanderley mendes disse...

Não só o açúcar faz mal. Mas sim, todo tipo de alimentos que for consumido em exagero fazem mal..